Pages

segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Quatorze’


Me olha com aqueles olhos que um dia me amaram
Segura em minhas mãos e dança novamente aquela canção
Vamos correr, deitar e depois colorir
Pois é só contigo que eu consigo rir.

Oh, meu bem... Me pega da escada e me põe em seu abraço
Deixa-me zonza nesse simples ato
Toma-me calado rasgando inocência e se torna dono da minha carência

Querida vida, te fizeste presente em noites de chuva
Lutaste junto em minha angústia estando comigo na hora do Adeus.
Me amou por dias lacrimosos quando a saudade apertava no peito
E eu chorei em seu ombro sem poder respirar direito

Guardei festas em minhas memórias, pois em todas estive
Os sabores das bebidas, pois todas provei
Mas nenhum som ou gosto
Foi maior ou melhor que o amor que eu te dei

Então sinta meu beijo como sinto o seu
Pegue em minha mão e ponha em seu coração
E me ame para sempre, meu amor
Pois o Adeus tenho que dar
Mas a lembrança não há, nunca, de se apagar





Laryssa Ferreira ")

4 comentários:

  1. Oiii!
    Adorei seu blog, muito organizado e romântico.^^
    Estou seguindo e sempre estarei por aqui!
    Beijos


    http://floreandoojardim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. seguindo .....

    segue tb?http://cantinho10.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Quatorze’


Me olha com aqueles olhos que um dia me amaram
Segura em minhas mãos e dança novamente aquela canção
Vamos correr, deitar e depois colorir
Pois é só contigo que eu consigo rir.

Oh, meu bem... Me pega da escada e me põe em seu abraço
Deixa-me zonza nesse simples ato
Toma-me calado rasgando inocência e se torna dono da minha carência

Querida vida, te fizeste presente em noites de chuva
Lutaste junto em minha angústia estando comigo na hora do Adeus.
Me amou por dias lacrimosos quando a saudade apertava no peito
E eu chorei em seu ombro sem poder respirar direito

Guardei festas em minhas memórias, pois em todas estive
Os sabores das bebidas, pois todas provei
Mas nenhum som ou gosto
Foi maior ou melhor que o amor que eu te dei

Então sinta meu beijo como sinto o seu
Pegue em minha mão e ponha em seu coração
E me ame para sempre, meu amor
Pois o Adeus tenho que dar
Mas a lembrança não há, nunca, de se apagar





Laryssa Ferreira ")

4 comentários:

Jaque disse...

Oiii!
Adorei seu blog, muito organizado e romântico.^^
Estou seguindo e sempre estarei por aqui!
Beijos


http://floreandoojardim.blogspot.com/

Tainá Santos disse...

seguindo .....

segue tb?http://cantinho10.blogspot.com/

Robson Araújo disse...

belos versos.

Lanna Tavares disse...

Lindo, minha poetisa!

Postar um comentário