Pages

domingo, fevereiro 13, 2011

Tarde

Esse teu amanhã que nunca chega
Não me deixa ilesa a esperar
E com um choro preso no peito
Passo noites a lamentar

Entro na batida descompassada da ansiedade
Quero-te perto na hora certa
E quando penso que é esta que chega
Vens e e mostra que não é verdade

Quão cálido possa ser
Dificilmente há viver
Esse tempo que não corre
Conseguiu trazer-me a morte.


Um comentário:

  1. adorei seu blog, fiz um tem pouco tempo, se der me dê uma ajudinha flor ?
    http://fireworksinsideadreaminggirl.blogspot.com/ bjs

    ResponderExcluir

Tarde

Esse teu amanhã que nunca chega
Não me deixa ilesa a esperar
E com um choro preso no peito
Passo noites a lamentar

Entro na batida descompassada da ansiedade
Quero-te perto na hora certa
E quando penso que é esta que chega
Vens e e mostra que não é verdade

Quão cálido possa ser
Dificilmente há viver
Esse tempo que não corre
Conseguiu trazer-me a morte.


1 comentários:

S.M disse...

adorei seu blog, fiz um tem pouco tempo, se der me dê uma ajudinha flor ?
http://fireworksinsideadreaminggirl.blogspot.com/ bjs

Postar um comentário